Puteiro de puta pobre.

Essa semana virei antropologista de puteiro de puta pobre. Puta rica é facil vc ver em qq lugar. Vai passer nessas baladas de preyboy que o que vc mais vê é puta rica. Eu mesma saí uma vz com uma amiga que tinha uma amiga mto “estranha”, morava numa pullllta casa e dividia com uma amiga só, tinha carro e não dirigia e era secretaria de uma fiRRma de motoboy. E eu ralando meu edy nus ticidu,mêu (insira aqui um sotaque tipo Mooca) não tinha nada. Ae a bunita me aparece semi nua, tudo de “designer” (que pra puta Forum é peça de designer, pq um vestidinho custa 3 mil reaix) mas enfim falei p minha amiga: Essa mina é uma profiçionáu du sequissu. Minha amiga me falou q ela “só gostava de dar pra estranhos que ela acabou de conhecer na balada” (fina ne!) e dali a 2 meses veio me dar a noticia que a mina era puta. Enfim. Boring.
Mas então, essa semana fui sucumbida aos encantos do Love Story. Começou com o segurança me “avisando” que não podia entrar de chinelo (é, eu tava de havaianas mesmo e nem sofro) e po, sabe como é, lá é um lugar de garbo e elegância, eu tava destoando com o conceito da casa. O conceito bota pata-de-elefante.
Serio, genty, as pessoas ainda tomam ecstasy???
Tinha um povo la “frito” de óculos escuros, as biscatrancers com akela botinha ridicula de plataforma, todo mundo chupando pirulito de coração (POR QUE, MEU DEUS, POR QUE?)
E eu que achei que psytrance nem existia mais, pensei que tinha sido extinto que nem a lambada (apesar que to sentindo que a lambada vai voltar com tudo nessa proxima década, anota ae.)
Enfim, foi uma noite extremamente exotica, PRA MIM, que estou acostumada com mto exotismo no meu dia a dia. Primeiro que aquele lugar expele algo de DST no ar. Passei a noite inteira com vontade de fazer xixi, mas eu nao entrava naquele banheiro NEM AMARRADA, serio não tinha coragem nem de passar perto da porta. Ae tem o andar de cima, na escada, em cada degrau, tinha uma figura mais freakshow que a outra.
Sério, tinham uns travecos pobres que tavam jurando que alguem ia comprar que ele era elA. (Um deles enganou meu amigo, de longe, mas eu logo mostrei o caroço ali)
Foi todo um estudo comportamental. Vi todo o approach das prima, elas tem umas teunicas otemas. Vi umas patricinhas tmbm se pegando. Com ctz elas tavam em algum barzinho no Itaim fazendo a linha heterosequissual mas foram se jogar la no LS pq enfim não conhecem ngm e tava rolando uma pegação neRRRvosa. Vi muita puta com cara de menina rica, rosto bem formado, traços finos, cabelo bem cuidado (salve a tal da escova depressiva) meninas com cara de interiorana. Uma pessoa que trabalha comigo é dono de um puteiro. Ele falou que as prófissionais du sequissu geralmente são casadas e que os respectivos nem desconfiam. As vzs ele vai viajar com as funcionarias e os maridos e morre de medo de trocar o nome real delas por Nicole, ou Michelli, ou Samantha ou esses nomes de guerra. Magina o marido descobrir assim? Vai ser todo um elãn.
Enfim, voltando, eu que sou uma pessoa que adora um submundo, já fui punk (achava que era ao menos) ja fui em um pouco de todos os lugares undergrounds desse mundo, adoro ver coisas novas, gnt nova, enfim, fiquei meio passada.
Na entrada mulher eh vip, homem eh 50 (fui com 2 amigos).Vc tem direito a um drink. Cerveja long-neck,UFA, (itaipava ou antartica) ou Whisky (old eight) ou Vodcka (balalaika) eu fui na cerveja mesmo pq tava morrendo de medo de pegar cólera naquele copo nojento. Os meninos foram de old eight, e ainda tomaram mais uma dose cada. Se eu paguei 15 reaix uma cerveja ANTARTICA, fico pensando qto q eles pagaram (eles nao se lembram do qto gastaram). Sério eu fiquei com vontade de dançar naquele queijo, mas a quantidade de puta esfregando a prochaska no corrimão, e o fator sair na mão com bombado e bixa que acha que é go-go boy da balada (serio la eh o povo que dança msm, os caras vão levantando a camisa, é um horror) acabaram me desanimando.
Fora o fator alcool gel, a proxima vz que eu for la vou levar um alcool gel num galão de 10L. Pq gente, sério eu nao sou uma pessoa nem um pouco fresca (quem foi na minha casa de Londres que eu morava com 20 pessoas sabe disso) e alias repugno gente fresca, mas meu, la NAO DAVA. A gente foi subir naquela escadinha nojenta, o desgraçado do meu amigo me passa a mão no corrimão e dps passa em mim. Só pq eu deixei claro que não encostava lá nem amarrada.
Bom, obviamente lá tem um monte de puta velha, e tem umas puta fazendo a linha “virgem” a rotatividade eh incrivel, as mulheres somem ae reaparecem um tempo depois, enquanto isso vc ve os caras XAVECANDO as putas, serio vc PRECISA XAVECAR as putas, eu fiquei passada!Teve cara tomando o toco!! Ae outro tipão é o cara que acha que é preyboy usando calça e camiseta branca da diesel com a tetinha marcando, mas ele jura que é gostoso, ae ele vai, cumprimenta todas as putas, da uns bejo numa, ae vai falar com a outra, ae uma delas fica com ciúmes dele fazendo cara feia (pq apesar da profissão dela, ela eh mulher que nem eu, vc, e aquele seu amigo enrustido, então ela sofre tmb).
Sei la poderia passar um ano escrevendo aqui as minhas primeiras impressões, mas com isso preciso retomar na minha cabeça a cena dos caras com a camiseta levantada, todas as camisetas Ed Hardy nos “boyzão”, as puta roçando a prochaska no mastro, os caras de tenis nike shox subindo la no queijo p se esfregar com as prima no mastro, o segurança pedindo pra “da proxima vz” nao ir de havaianas, a falta que o alcool gel me fez, os 15 numa cerveja antartica, as puta dando o toco nos caras, o pessoal frito de óculos escuros achando que é 1998 e que psytrance é legal, o Dj que falava toda hora que os caras o Broz e do DejaVu tavam la (meu edy ne?) a quantidade de salto de acrilico, de bota plataforma, de calça jeans com lycra cheio de streiss, de sutiã vermelho, de calcinha comprada na Amaral Gurgel de fora, de invisible bra descolando (eu passo por isso as vzs)de bombado de perna fina com a camiseta levantada, dos caras de camiseta polo achando que tão na Mokaii pq “fecharam camarote” das patricinhas que vão lá contrariar a opção sexual que fingem ter adotado perante a sociedade, dos traveco que querem enganar, das puta que se encontram e parecem meninas de 15 anos se abraçando em conjunto e dando gritinhos escandalosos, do cheiro de kolene no ar, das puta que sairam no 0X0, enfim, cansei de lembrar disso tudo. Qq dia eu continuo a escrever.
Score? Eu tomei uma passada de mão na bunda, mas fiz a egipcia pq o cara tinha cara de ta carregando uma AR15 no bolso, O Sesta: 3 beliscões (ele tava de camisa social, com cara de rico), o Vacilão Zero (ngm mandou ir de bermuda p la!)!
E pro segurança que me alertou (duas vzs): Dá proxima vz não venha de chinelo.
Eu digo: Não acredito em uma proxima vez nessa encarnação, e havaina não é qq chinelo! Ela não solta as tiras que em dupé e não dá bolha que nem a balina.
Respeite!

Anúncios

7 Respostas so far »

  1. 1

    Ju said,

    HAHAHAHAHAHAHA
    MEU fiquei aqui lendo 1h esse capitulo de livro mas a cada linha me diverti ehehehehe me senti no lugar…
    q seguranca eh esse de fica falando das havaianas…da proxima vc vai com a minha de STRESSSSSSS HEHEEHEHEHEHEH BRILHA MUITO HEHEEHEHE

  2. 2

    Barbara said,

    rarararararara ai amiga, so voce viu… “prófissionais do ssequissu?” hahaha, meu tenho bafitchios p contar, vc tem que vir almoçar essa semana. Sério! um beijo!!

  3. 3

    benchmarking said,

    HAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
    irado irado…

    nem acredito nessa noite!!!
    alias, qm era o vacilao q passo a mao no corrimao e em vc? e lambeu o copo? ahahahahhaa e bebeu umas old eight e nem lembra a conta?
    pelo menos !zerou! nas passada de mao! ufa! hahaha

    valeu a aventura!

  4. 4

    Blondie eu me matei de rir com esse seu post. Tenho andado na correria, não deixo de acompanhar aqui, mas sei lá porque, perdi esse post e só li hoje. Bom, eu já sou casada + tempo morando junto há uns 04 anos. Mas, faz uns 5 anos, quando ainda solteira e morava em Curitiba, eu vinha muito a SP e um dia fui parar no Love Story com uns amigos (junto estava uma amiga dizia ter ido lá com a Naomi Campbell – mas eu acho que isso é estória). Bom, eu me parti de rir porque não mudou nada! Há 05 anos atras era igualzinho, DJ anunciando a subcelebridade presente, travas, putas de todos os “niveis sociais”, patis se encontrando na vida, gente se achando muóderna e eu lá com um whisky vagabundo na mão e me pergutando como fui parar ali. Na época acho que nem existia alcool gel, mas eu também fiquei com medo de pegar alguma coisa, até no ar, e eu também não sou fresca. Quando eu fui tinha uma renca de jogador de futebol e futuras mãe de seus filhos. Ah, eu eu dei um fora logo na entrada, cheguei perguntando quanto era a entrada feminina, e me olharam como seu eu fosse um ET. Bem, se serve de consolo, provavelmente vc nunca mais voltará, mas vai ter história para contar e dar risada, e daqui uns 5 anos, quando ouvir alguem contando que foi lá (isso se o Kassab não fechar) vai perceber que continua igual. Pelo menos é essa minha impressão. Bjs

  5. 5

    nando said,

    cara blond; li por acaso. Achei o máximo!
    Tem mais? Onde? Bye

  6. 7

    […] em certas situações pelo simples bem estar dos nossos queridos leitores. Eu já estive na LS cas prima pobre e a Brunnete ja foi ao encontro do Dr. 90210 e até mesmo do Latino tudo em busca de free drinks […]


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: